Visualização de conteúdo web Visualização de conteúdo web

Visualização de conteúdo web Visualização de conteúdo web

O Campo

O campo de golfe do Estoril existe desde 1929 na sua primeira versão de nove buracos e foi mandado construir por Fausto Figueiredo, detentor da concessão de jogo no Casino do Estoril. O seu primeiro arquitecto foi Jean Gassiat e o percurso de 18 buracos que se lhe seguiu foi desenhado em 1945 por Mackenzie Ross, um dos melhores arquitectos de campos de golfe de todo o mundo.

Posteriormente, o campo foi modificado para a permitir a construção de uma parte da auto-estrada Lisboa/Estoril, desenho que coube ao arquitecto francês Jean Jean. Nesta transformação o buraco número 9 desapareceu, houve uma alteração do percurso do buraco número 13 - o famoso buraco do Patiño - que tem agora um dogleg para a direita, sendo o segundo shot jogado do lugar onde se situava o antigo green; este está agora numa situação mais elevada. Com o desaparecimento do buraco número 9 foi necessário construir um outro buraco, que é agora o 13, um par 3 de 160 metros.

Finalmente, o buraco número 16 teve o seu green redesenhado, mas continuando a ser um par 3 de 186 metros, menos 15 metros, portanto, que o antigo, considerado por muitos jogadores como um dos melhores buracos de campos de golfe portugueses.

O par é de 69 (34 35), num total de 5313 metros. Interiormente, o campo de golfe do Estoril tem um outro campo de nove buracos usado normalmente por jogadores iniciados, o Blue Course.

IFrame IFrame

IFrame IFrame